terça-feira, 30 de setembro de 2014

Atendimento personalizado: via e-mail, skype, telefone e WhatsApp.

/ /







Atendo pessoas que ainda não conseguem ter um relacionamento duradouro, ainda não encontraram o parceiro de suas vidas.



Pessoas que estão num relacionamento conflituoso. Algumas me procuram já decididas pela separação e outras decididas a salvar seu relacionamento. Vejo pessoas desistindo da separação quando antes já estavam decididas por ela, e pessoas que optam por uma separação quando esta alternativa ainda não lhes parecia tão clara.



Pessoas que ainda estão ligadas ao sofrimento daquele momento ou ao ex-parceiro e por isso não conseguem levar a vida adiante.



Pessoas que querem reconquistar o (a) ex.




Para todos os casos, meus clientes compreendem que a vida vale a pena ser vivida em sua mais profunda intensidade. Que momentos simples e singelos são tão significativos quanto datas especiais, e que vale a pena investirmos nos nossos relacionamentos. Casais felizes fazem uma sociedade melhor.



Andreia Fargnoli: Especializada em relacionamentos.



Atendimentos  via e-mail, telefone e Skype e agora WhatsApp   para todos os países. 

Clientes de outros países: Transferências podem ser feitas por  Western Union.

Consulte valores no:

dicasderelacionamento@hotmail.com

Andreia Fargnoli




Participe da nossa página no Facebook: clique aqui


domingo, 31 de agosto de 2014

Quer saber como "Reconquistar seu ex"?

/ /





Tudo parecia um conto de fadas, e de repente ele terminou, ou sumiu sem dar explicações. Homens não pensam como mulheres e não aprenderam como se expressar quando querem terminar um relacionamento, então a maioria deles some. E você fica pensando o que pode ter acontecido, o que você fez pra que ele tomasse essa decisão. A primeira dica é: "NUNCA SE CULPE, MESMO QUE TENHA CULPA".

Entenda que quanto mais você procurar justificativas, mais ele vai se afastar. Alguns homens precisam de tempo pra repensar em suas decisões, outros nem querem pensar e saem fora. A melhor forma de ler os homens é pelo que eles FAZEM e NÃO pelo que DIZEM. Isso quer dizer que quando um homem não telefona para você, isso é um sinal por si. Muitos dizem eu te amo, mas nunca estão presentes, querem apenas ficar te cozinhando em "Banho Maria":(te deixar esperando enquanto ele come outra, e se ele não gostar ele volta).

Seu desespero nesse momento vai jogar tudo por água abaixo, portanto mantenha-se em seu devido lugar: LONGE DELE.  Não fuce facebook, não envie sms nem whatsapp, não envie e-mails, e se por acaso ele ligar não atenda prontamente, afinal de contas a partir de agora você não estará mais disponível pra quando ele quiser. Não quer ser fornecedora de marmitex pra ele né. Não poste em sua página mensagens dramáticas, você não vai demonstrar que está desesperada, isso levantará o ego dele. 

Repense: Vale a pena voltar pra alguém que me despreza? Vale a pena abrir mão de conhecer alguém que pode te amar pra continuar esse sofrimento? Você que não ata nem desata está apegada a dor, ou sofrimento e ao pouco que ele pode te oferecer. No lugar dele você voltaria? Depois que um vaso quebra, ainda que seja remendado ele jamais será como o vaso que nunca quebrou.

Bom, se mesmo assim você ainda quiser tentar reconquistar seu ex, vamos te preparar:


*As chances de reconquistas diminuem quando  seu(sua) ex companheiro(a) começou um novo relacionamento.

*Os homens mais jovens são mais difíceis de reconquistar do que mulheres.

Dependendo do caráter, duração e fase do relacionamento, homens e mulheres também vão mudando suas perspectivas sobre o relacionamento com o passar do tempo. Por isso é importante compreender aquilo que seu(sua) ex espera do relacionamento. 
Seu(sua) companheiro(a), satisfaz suas necessidades?
Também não basta saber o que seu(sua) ex espera do relacionamento, você tem que  esclarecer o modo  como seus atos afetam seu(sua ) ex.


Quando o relacionamento chega ao final é muito difícil sujeitar-se a todas implicações que supõem uma separação, mas há algumas dicas fundamentais para atravessar este período turbulento sem morrer na tentativa.

1.  Esclarecer as razões. Durante a separação sofre-se um conflito emocional interno. Em vez de sentir culpa ou culpar o outro é melhor focar-se nas razões pelas quais chegaram a separação. No caso de que tenha sido o outro que pediu a separação, em vez de sentir raiva, tente focar seus pensamentos nos motivos pelos quais ele(a) fez isso, o que o(a) levou a não querer ficar mais com você.
2.   Não procurar culpados. As separações são causadas por um dos companheiros. É melhor pensar qual foi a sua contribuição para que possa melhorar as futuras relações. Sim, você vai se apaixonar outra vez mesmo que hoje sinta uma vontade absurda de enterrar a cabeça debaixo de um travesseiro e nunca mais levantar. Isso passa.
3. Aceite as mudanças. Depois de uma separação a vida da gente muda drasticamente. Depende de você se vai ser para pior ou melhor. A melhor maneira de adaptar-se a esta nova etapa é aceitar que nada vai ser como antes e admitir que terá uma transformação.
4.  A dor do final. As aflições da separação podem perdurar por até um ano ou mais dependendo de como você lida com os seus sentimentos. Por isso o melhor é evitar tudo aquilo que lembre a sua relação neste momento. Faça novas amizades, vá a locais onde têm muita gente, frequente uma academia só para ver pessoas bonitas que transitam por  lá. Evite coisas tristes e locais sombrios.
5.  Término não é fracasso. A separação em geral acontece por um problema de má comunicação, inexperiência, diferentes expectativas e inclusive má escolha, mas nunca por fracasso.
6. Preserve os filhos(se tiverem). A relação do(da) ex com seus filhos é responsabilidade dele(a). Evite criticar o pai ou a mãe de seus filhos e nunca se intrometa na relação entre eles. Não é porque você está se sentindo mal que ira desejar o mesmo para os frutos de um amor. Afinal foi assim que eles nasceram, certo?
7.   Dar um tempo. Essa situação deixa uma ferida emocional profunda, motivo pelo qual é preciso ficar só um tempo para aprender a se conhecer e evitar entrar rapidamente de cabeça em uma nova relação se for o caso. Uma vez superado o processo de cura das feridas, aí sim, é possível procurar um novo relacionamento para buscar uma nova vida a dois.
8. Medo da solidão. Pode existir um temor em não encontrar um(uma) novo parceiro(a). Não tente aliviar esse medo com a primeira pessoa que lhe apresentem. Um prego não arranca outro prego; a paciência e uma escolha meditada ajudam a encontrar a pessoa ideal.
9. Um novo encontro. Ao momento de sair novamente com ele(ela, o mais recomendável é não contar detalhes desta separação, nem expressar os ressentimentos acumulados contra ele(ela).

10. Ajuda profissional. No caso de que não consiga superar o rompimento, e nem reconquistá-lo(a) o aconselhável é mudar de vida, de cidade, faça qualquer coisa por você, reinvente-se ou então quando todo o mais não der resultado, procure ajuda profissional, entre em contato comigo no dicasderelacionamento@hotmail.com e marque uma consulta online.




#Sinta-se mal com o rompimento, mas por 15 minutos
"Obsessão sobre algo é realmente o caminho natural do nosso cérebro para lidar com a mudança,permita-se "pirar" um pouco. No entanto, delimite quanto pode pensar sobre o assunto de uma maneira saudável. Assim, ganha controle sobre a situação.

#Faça uma limpeza de 30 dias
A ideia não tem relação alguma com dietas malucas. A meta é não manter contato com o(a) ex por 30 dias. "Você vai superar isso mais rápido com contato zero. E está provando para si que pode viver sem ele(a).

#Exclua-o(a)
Espioná-lo(a) só piora a situação. Delete-o(a) da sua vida na internet.

#Deixe que seus amigos saibam o que precisa
Fale para os seus amigos o que precisa. Eles(elas) podem querer marcar uma festa para solteiros e você talvez ainda não esteja preparada(o) para isso.


#Melhore seu ego
Faça algo um pouco assustador ou que sempre desejou, como aprender a surfar ou pular de bungee jump. A atitude lhe trará confiança.


Aproveite esse tempo de “distanciamento” para trabalhar na sua atração. Muitas pessoas confundem a palavra atração, com a palavra “Aparência”. Se falamos de atração não estamos nos referindo somente a aparência. A aparência é só uma de muitas características que fazem uma pessoa atraente. A atração é a forca que projeta um objeto. Pode consistir em uma característica externa (beleza) como também atributos (caráter, religião, carisma, posição social, valor material), que podem ser avaliados de uma forma individual e variada. Quanto mais agradável a pessoa for, mais atraente essa pessoa será aos olhos de outras pessoas do seu entorno como também por seu(sua) ex.

Lembre-se que as pessoas somente descobrem o real valor de certas coisas/pessoas quando as perdem. Então, é sentimento de perda que você deve tentar instigar nele(a).


Consultas particulares online, marque a sua no dicasderelacionamento@hotmail.com

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Você “curtiu”? Reflexões sobre o flerte online

/ /
É fato que as redes sociais trouxeram novas possibilidades de conhecer pessoas e de se relacionar.  Com apenas um clique podemos nos conectar de forma muito rápida com inúmeras pessoas e mais, termos acesso a uma gama de informações fornecidas por elas mesmas em um perfil editado. Muito diferente da forma de conhecer gente há algumas décadas atrás.
Num passado não tão remoto assim, para conhecer pessoas novas precisávamos sair de casa. Ir ao encontro dos amigos, a festas, clubes, shows, bares, casa de familiares. Assim, se alguém nos despertasse interesse era hora de começar as aproximações. Troca de olhares, sorrisos, um aceno com as mãos, ou num pedido para que um amigo nos apresentasse. Assim começava o flerte e a paquera e com isso a expectativa da troca de telefone, dos contatos iniciais e quem sabe um convite para sair à sós.
Com os chat’s online as pessoas já aumentaram as chances de conhecer pessoas, mas ainda sim, nestes chat’s existia alguma privacidade, pois muitas vezes eram usados apelidos o que garantia até certo ponto o anonimato. Um flerte poderia ser levado adiante ou não dependendo da conversa e encerrava-se o contato muitas vezes sem conhecer o rosto da pessoa.
Com a chegada das redes sociais, o privado se torna público e fazemos um “recorte” das nossas características e publicamos em um perfil. Além disso, essas redes sociais nos sugerem “amigos” além daqueles que adicionamos espontaneamente e que fazem parte do nosso cotidiano. Assim, com apenas um clique podemos iniciar uma conversa e até um flerte “online”. Flerte esse que será construído ao som das teclas do computador ou smartphone e pela seleção de “emoticons”.
No flerte “tradicional” ao vivo em cores, tínhamos acesso a leitura do comportamento verbal e não-verbal (gestos, postura corporal) do outro o que nos dava uma maior possibilidade de saber o quão estavam interessado ou não na nossa companhia. No flerte “online” podemos ir até onde nossa imaginação e desejo quiser, pois precisamos apenas teclar, curtir fotos, publicações, postar frases ou músicas que poderiam sugerir para a outra pessoa o nosso interesse.
Porém, essa nova forma de flertar acaba gerando dúvidas sobre o real interesse que se tem para além do flerte online. Não raras são as vezes em que escuto histórias no consultório ou fora dele de que pessoas que foram flertadas online e ficaram sem saber como agir, pois a demonstração de interesse não passava de tecladas ou curtidas nas redes sociais. Muitas vezes, pede-se o telefone, adiciona no “whatsapp” e este aplicativo acaba se tornando apenas mais uma possibilidade de interação online, apesar de se ter o telefone da pessoa e a possibilidade de fazer uma ligação.

                Então convido o leitor a seguinte reflexão: curtidas, tecladas e postagens nas redes sociais são suficientes para demonstrar seu interesse? Tenho comigo que essas novas possibilidades são suficientes para o início de interação, mas nem de longe vão substituir o face a face. Se você realmente “curtiu” alguém, lembre-se que o seu telefone e o da pessoa também faz e recebe ligações. Ligue, ouça a voz, faça um convite para sair. Transponha a “segura” tela do computador ou do smartphone e arrisque-se. Não esgote as conversas no modo “online”, experimente ao menos uma vez ficar off-line para a tela e online para a pessoa que te interessou e passe a desfrutar de coisas que somente um encontro pessoal pode proporcionar: você pode descobrir que o sorriso dela é lindo mesmo, e que ele tem um jeito de olhar que te encanta. Ou que a atração não foi lá essas coisas, mas que possuem tantos interesses em comum e que no mínimo pode surgir uma amizade. Ou que não foi nada disso, que o encontro foi um saco, a pessoa era chata e mesmo assim você terá uma história real para contar. 

O anticoncepcional pode falhar se for tomado de forma descontínua

/ /
Através dos contatos no site www.drgalletta.com.br, vimos muitas dúvidas sobre o uso correto da pílula anticoncepcional. Entre elas, pessoas que interrompem o uso e não sabem como retomar a medicação, outras que fazem uso prolongado da mesma pílula e não sabem como fazer para engravidar e outras ainda que, tendo interrompido o uso de forma inesperada, não sabem se podem ficar ou não grávidas numa relação sem proteção. Por essas e outras questões reincidentes, o Dr. Marco Aurélio Galletta, um dos responsáveis pela Obstetrícia do Hospital das Clínicas e diretor da Cligam – Clinica Dr. Galletta de Atenção à Mulher, volta falar sobre o tema.
De acordo com Dr. Galletta, a pílula anticoncepcional deve ser tomada conforme a cartela, iniciando com a pílula correspondente ao dia da semana. Isso porque, vem escrito no verso da cartela os dias da semana, para facilitar o uso e tornar mais claro um possível esquecimento.
Há mais de 50 tipos diferentes de pílula. Por isso, para ele é importante que o próprio médico explique à paciente como tomar aquele tipo específico de pílula, numa consulta médica. A maior parte das pílulas tem 21 comprimidos, mas há também aquelas com 24 e as com 28 comprimidos. A maior parte tem pílulas todas iguais, mas há alguns tipos que têm composição diferente de acordo com o dia do mês. Por isso, não se deve trocar uma pílula por outra.
Segundo Dr. Galletta, a maior causa de falha do método e, portanto, de gravidez, é o esquecimento de uma ou mais pílulas. “Quando a pílula é interrompida repentinamente, o organismo da mulher reage, fazendo uma ovulação “rebote”, como resposta a falta momentânea do hormônio no sangue dela. Assim, é muito importante não esquecer nenhum dia”, diz ele. No entanto, se houver esquecimento, a pílula em questão deverá ser tomada assim que se perceba a falha, tomando a pílula seguinte no horário previsto. Se o atraso for maior do que 24 horas, a cartela deverá ser retomada de onde parou, mas mesmo assim o risco de gravidez se faz presente e a mulher deverá deixar de ter relações sexuais ou então deverá ter relação protegida por preservativo (camisinha) pelos próximos 7 dias. Se o atraso for maior do que 48 horas, o médico deverá ser procurado e talvez seja até melhor parar com tudo e esperar a menstruação vir, para então reiniciar nova cartela.
A primeira cartela de pílula anticoncepcional deverá ser iniciada entre o 1º. e o 3º. dias da menstruação. Daí para frente a menstruação não terá mais influência, e as cartelas seguintes deverão ser iniciadas sempre após 7 dias de pausa (isso no caso da pílula com 21 comprimidos). Exceção a isso será se a menstruação não vier. Neste caso, o médico deverá ser consultado, para que se afaste uma gravidez antes de reiniciar o uso do anticoncepcional.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

As fases do amor

/ /
Por mais que as pessoas se neguem a acreditar, o amor é a coisa mais inconstante que existe.
Aquele amor do começo jamais voltará a ser o mesmo.
Ele nem sempre te amará intensamente 24 horas por dia.
E tem mais: este amor que você sente vai acabar, pois o amor é dinâmico e precisa mudar para dar sentido à vida. É claro que você pode gostar de um homem toda sua vida e sentir um carinho sem fim, mas isto não é amor. Isto é gostar. E o gostar, a admiração e o afeto podem ser eternos, mas o amor romântico, não!
O problema é quando você não aceita o fim do amor. Então, na esperança de fazer renascer o que não pode ressuscitar, você se apega ao outro. Quando o amor morre, por mais que acredite que possa recuperá-lo, esta morte é eterna.
Você pode fazer surgir um NOVO amor entre vocês, mas não recuperar o que morreu.
Sim, você pode viver vários amores com a mesma pessoa.
Claro, isso não é tão comum, mas existe a possibilidade, sim. Só que para surgir um novo amor é preciso que vocês mudem - caso contrário, será perda de tempo. E não tem jeito porque somente o tempo poderá fazer essas mudanças. Aliás, como eu já escrevi, o amor é dinâmico, ele precisa de novidade, e não será repetindo os mesmos erros que conseguirá desperta-lo.
Antigos amores não sobrevivem, pois não passam de ilusões.
Você só pode amar quem ele é, não quem ele era. E graças a isso que muitas vezes as pessoas voltam a amar alguém que há muito tempo saiu de suas vidas.
Sabe aquele namoradinho que você nem se lembrava mais, mas que acendeu uma fogueira em seu peito depois que apareceu? Lembra que ele parecia tão sem jeito e desinteressante? Só que agora ele está tão diferente, tão sedutor e bonito, que fez seu coração pular de alegria. Então, diante dessa paixão, você se pergunta como pode ter deixado partir alguém tão maravilhoso, não é mesmo?
Será que estava cega? Será que estava louca? Não! Você estava absolutamente certa em relação ao que sentia NAQUELE MOMENTO, mas agora ELE MUDOU! Então, nada de entrar numas de "como eu não notei que ele era tão maravilhoso antes?", porque ninguém pode notar o que ainda não existe.
Você até pode amar uma pessoa novamente, mas que este amor jamais será o mesmo que morreu.
O amor precisa de novidade, precisa de desafios, e isso só o tempo poderá fazer. Sem contar que se você resolver se adulterar para agradar macho, o resultado pode ser o oposto: ele pode tomar nojo da sua cara.
"Por que ele também não pode continuar me amando?"
Que papo é este de achar que o outro deve sentir o mesmo que você? Filha, amor não se exige, pois quando amamos não precisamos ser cobrados.
Quem ama não é perfeito!! Quem ama não tem que ser amável o tempo todo.
Da mesma maneira que você costuma ter os seus dias ruins, ele também ficará azedo de vez em quando. E pode ser que ele nem queira olhar para a sua cara. Como? Você ficou chocada? Ah, sim, me esqueci que você acha que quem ama deve ser perfeito...Oras, vai me dizer que nunca ficou irritada com ele?
Claro, amar também é ter vontade de quebrar um vaso na cabeça do outro!
"O sexo entre a gente era muito melhor...Tinha mais tesão, mais fogo, entende?"
Antes tudo era novidade, mas agora não é mais. Pode ser que você esteja presa ao passado, sem perceber que aquele tesão maravilhoso nada mais era que o encanto de uma nova paixão. No começo havia a novidade, toda aquela química da paixão, aquele tesão danado, mas agora o que existe é uma acomodação natural.
Ou então, pode ser que o amor de vocês, tão afetado pela rotina e desgastado pelas cobranças, como qualquer coisa do mundo, esteja morrendo...
Quer bom que os amores morrem. 
Fossem imortais, jamais saberia do gosto de outras bocas 

por quem me apaixonei.



REVISTA ANDROS/ DR.ANDROS

Águas do passado

/ /


Seu e-mail apagou meu dia. Transformou as últimas vinte e quatro horas em profunda escuridão. Recebi um lembrete da dor, um bilhete avisando que a cicatriz não se fecha, um recado dizendo que a lembrança não estanca o sangue. Depois de anos de alegrias comuns, surgem os momentos de tristezas incomuns.

Dor é a surpresa mais dolorosa de todas.

Correspondência que entra pelos olhos, invade a mente, o coração e escorre novamente por onde entrou. Qualquer final de tarde é noite, qualquer dia é noite, qualquer pensamento é noite. 

Quem superou a dor sempre volta para dizer que não se lembra mais. Quem mantém a dor sempre vai atrás para lembrar o outro o quanto ainda continua sofrendo. É um ritual de auto flagelação.
Não sei como começamos, mas sei como terminamos. Sempre nos lembramos mais dos finais que dos começos. É a dor que nos choca muito mais que as alegrias. Dor nos marca com fogo, é a tatuagem das nossas atitudes impensadas, é uma forma de nos lembrar que não somos nada além de reféns de nós mesmos. Recompensa de minutos que duram eternidades. 

Eu não odeio você e nunca teria coragem para isso, mas então qual o motivo de ter coragem para terminar?
Qual a vantagem em se quebrar em pedaços ao longo dos anos? 

A dor da separação nunca vem na hora, ela começa em minutos e não tem prazo para terminar. Eu ainda ouço suas músicas favoritas, ainda lembro de suas caras e bocas, ainda me pego sorrindo quando me lembro do seu jeito engraçado. Ainda resido na própria tortura, ainda discuto com a própria loucura, ainda não acredito em minhas próprias atitudes. Sobrevivo nas lembranças mais amargas. 

Minha mente é um poço de remorsos. 
Me afogo nele sempre que tento tomar mais uma dose de você. 

A sensação de não poder reverter os acontecimentos é a mesma sensação da morte. É o choro pelo que não tem mais volta, é o abraço em outras pessoas que nos lembra quem se foi. Nos lembra também quem fomos. É a incapacidade de ser outra vez, é a falta de oportunidade de restaurar um muro que acabamos de derrubar. É a vontade de fazer sem poder. É um rio que deseja desaguar num mar que secou. Perde a nascente, perde o destino. Perde a razão.

Hoje me senti assim e foi estranho. Não entendi meus sentimentos nem sabia o que pensar. 

Você me deixou vivo para que eu sempre sinta a falta que nunca senti antes. 

Me deixou vivo para ir tirando a minha vida aos poucos.


Se tirar a minha vida te fará viver novamente então que seja essa a minha forma de continuar vivendo em você.


Eu sempre ressuscito, sempre sei nascer novamente, me mate quantas vezes quiser.

Águas do passado podem até molhar a nossa alma, porém não matam mais a nossa sede. 

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Siga meu Facebook