quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Atendimento personalizado: via e-mail, skype, telefone e WhatsApp.

/ /







Atendo pessoas que ainda não conseguem ter um relacionamento duradouro, ainda não encontraram o parceiro de suas vidas.



Pessoas que estão num relacionamento conflituoso. Algumas me procuram já decididas pela separação e outras decididas a salvar seu relacionamento. Vejo pessoas desistindo da separação quando antes já estavam decididas por ela, e pessoas que optam por uma separação quando esta alternativa ainda não lhes parecia tão clara.



Pessoas que ainda estão ligadas ao sofrimento daquele momento ou ao ex-parceiro e por isso não conseguem levar a vida adiante.



Pessoas que querem reconquistar o (a) ex.




Para todos os casos, meus clientes compreendem que a vida vale a pena ser vivida em sua mais profunda intensidade. Que momentos simples e singelos são tão significativos quanto datas especiais, e que vale a pena investirmos nos nossos relacionamentos. Casais felizes fazem uma sociedade melhor.



Andreia Fargnoli: Especializada em relacionamentos.



Atendimentos  via e-mail, telefone e Skype e agora WhatsApp   para todos os países. 

Clientes de outros países: Transferências podem ser feitas por  Western Union.

Consulte valores no:

dicasderelacionamento@hotmail.com

Andreia Fargnoli




Participe da nossa página no Facebook: clique aqui


quarta-feira, 4 de março de 2015

Como descobrir se ele está me traindo?

/ /
Para descobrir se o seu parceiro tem uma amante, fique atenta aos seguintes sinais:
Metrossexual. Se antes ele era totalmente desencanado e, de uma hora para outra, começou a se importar com a aparência, pintou o cabelo, fez um corte diferente, se inscreveu na academia e passou a regular a alimentação, pode ficar com a pulga atrás da orelha.
Horas extras. Se agora ele passa mais tempo no escritório do que o normal e está sempre com um compromisso aqui e ali, desconfie.
Menos sexo. A mudança no comportamento também pode ser sentida no quarto. Ele demonstrou perda de interesse por você? Seu apetite sexual não anda como antes? Existe, agora, um intervalo maior entre uma relação e outra? Isso também pode ser sinal de que ele está te traindo.
Ele anda irritado com você. Muitas vezes, quando os homens traem, passam a criticar mais suas parceiras, atitude que pode ser explicada de algumas formas. Uma delas é o peso na consciência: por se sentir culpado, ele passa a procurar defeitos na esposa ou namorada para tentar justificar sua “safadeza”. Outra possível explicação é o ressentimento que alguns homens sentem por não estarem felizes em seu relacionamento, sentimento pelo qual culpam suas companheiras.
Falta de interesse. Se ele parece simplesmente desinteressado em você, não escuta o que diz (mais do que o normal), deixou o cavalheirismo de lado e não te leva para sair como fazia antigamente, fique esperta!
Já o homem que não mantém um caso fora do casamento – mantém vários! – também dá bandeira e pode ser pego no pulo. “Ele está sempre ciscando. Em um restaurante, olha para tudo quanto é mulher que passa do lado e, na roda de amigos, ele brinca de forma mais ousada com as mulheres: “Se ele é assim agora, dificilmente vai mudar depois do casamento.”
O homem que mantém um caso extraconjugal procura a novidade, normalmente em uma pessoa com padrão físico diferente de sua namorada ou esposa e que ele possa exibir como um troféu para os amigos. “Ele julga que a ‘outra’ estará sempre disponível sexualmente e se manterá sempre interessante e alegre, já que não tem de dividir os problemas do dia a dia com ele”
Sem neurose
É importante lembrar que, apesar de estas serem mudanças comuns de se observar no comportamento de um homem que trai, nem sempre elas querem dizer isso mesmo. Acredite ou não, as pessoas mudam, e pode ser que o seu parceiro esteja apenas passando por um momento difícil no trabalho. Por isso, manter o diálogo aberto e procurar entender o que se passa com o companheiro. “Tem que conversar, ser muito direta, franca e objetiva: diga que percebeu uma mudança no comportamento dele, que vocês já não transam com a frequência de antes e que ele parece ter perdido o interesse em você. Pergunte claramente se há algo de errado, se ele está interessado em outra pessoa – e que você gostaria de ser a primeira a saber”

Fique atenta, e você tem passado por isso? Relate nos comentários

Psicóloga Carla Cecarello

segunda-feira, 2 de março de 2015

O que usar no primeiro encontro? Para homens

/ /




ROUPAS – O QUE USAR SEM MEDO Vale ressaltar que aliado ao estilo de cada um deve vir muito conforto, detalhe que deve ser levado em consideração no guarda roupa masculino. O jeans é peça obrigatória e poderá vir como jaquetas ou camisas de botão, que poderão ser usados com calça também de jeans. Também vale uma atenção especial para as peças no estilo cargo,elas valem tanto para bermuda quanto para calça. Uma combinação que nunca sai de moda e agrada em cheio é usar com camisa xadrez sobrepondo uma camiseta básica. Nos pés, o sapatênis é quase um curinga. É um tipo híbrido, que se caracteriza por não ser nem tão esportivo quanto um tênis e nem tão formal quanto um sapato. Alheios à crítica especializada de moda que os acha definitivamente cafonas, consumidores fazem deles um sucesso de vendas,  forçando alguns fabricantes a criarem novos e modernos modelos tornando esse tipo de calçado cada vez mais bem visto.

UM TAPA NO VISUAL Faça a barba, lave os cabelos, deixe o seu rosto o mais clean possível, mulher gosta de ver o rosto do homem. Mesmo que ela goste de barba e se você usa, mantenha-a bem aparada. Quanto ao perfume, capriche na escolha mas não exagere na quantidade, coloque-o em pontos estratégicos do seu corpo, como atrás das orelhas, no pescoço e também nos pulsos. E claro, não esqueça do bom hálito e um bom desodorante que segure a onda a noite (ou dia) todo.


Desapego Amoroso

/ /
Embora seja difícil de acreditar, deixar alguém ir é o melhor para o seu atual eu. Talvez você esteja enfrentando a morte de um ente querido, o término de um relacionamento, querendo esquecer um amor não correspondido, ou por alguma razão terminando uma amizade, seguir em frente é o próximo passo para a sua felicidade, e isto é tudo o que importa. 

Deixe os sentimentos virem à tona. Tenha consciência que sentir-se triste, expressar suas emoções, chorar e até mesmo sentir raiva não somente é algo normal, mas também é bom para você. Uma vez que a fase de “esconder-se do mundo” passar, o processo de seguir em frente pode ser iniciado. Não se esqueça, porém, que todos os processo têm uma fase definida, e a fase de querer ficar sozinho(a), também conhecida como “chorar sobre uma tigela cheia de sorvete, faz parte desse processo, portanto, não pule este período.
  • A primeira coisa que você sentirá será provavelmente a negação, seguida pela raiva. No início, nada parecerá real, porém, quando você se conscientizar de que realmente aconteceu, as palavras que foram trocadas e as mudanças na sua vida evocarão frustração e dor. Em vez de atormentar-se não só pelo final do relacionamento, mas também pela maneira como você está lidando com o isso, lembre-se que é assim que funciona. Estas emoções fazem parte de você. Você não é louco(a) e nem inútil, você é apenas humano.
Não glorifique o passado. Você pode encontrar-se revivendo todos os grandes momentos que passou junto com o seu/sua ex. Ao deitar-se para dormir, você ficará relembrando tudo. Mas se você tivesse a pessoa de volta, 10 minutos mais tarde você estaria pensando: "Sim é isso mesmo. É por isso que a relação não estava funcionando." É muito difícil lembrar-se das coisas ruins quando você está preso(a) em uma emoção tão intensa. Lembre-se que se você se encontra ansiando por boas lembranças, você não está vendo a situação de forma realista.
  • Se você precisa de um pouco de ciência para apoiar este fato, saiba que a emoção é comprovada por afetar a memória. Então, ao procurar desesperadamente por coisas boas, sua mente pode até formular novas reviravoltas para atender às suas expectativas atuais. Basicamente, sua memória está usando óculos cor de rosa para atender seu processo de pensamento atual.
Distancie-se tanto quanto possível. "Seguir em frente" é, basicamente, um eufemismo para o esquecimento, para deixar de dar importância. Isso soa um pouco duro, é por isso que usamos um termo mais amigável. Dito isto, distanciar-se da pessoa é a única maneira para achar o caminho rápido para o esquecimento. Lembra-se daquela camisa que você encontrou no fundo do seu armário que fez você dizer: "Oh, eu adorava esta camisa! Como é que eu não dei falta dela?" Isso mesmo, longe dos olhos, longe do coração.
  • Com certeza, para muitas pessoas, isto é muito, muito, muito mais fácil dizer do que fazer. Mas você pode esforçar-se para limitar a quantidade de tempo que você passa na vizinhança desta pessoa. Use isso como um motivo para dar chance a uma nova paixão, encontrar um novo lugar para ir, ou um novo grupo de pessoas com quem sair ocasionalmente. Não mude a sua vida devido a esta pessoa, mas mantenha os seus melhores interesses em mente.

Não se coloque em segundo plano. Após ter ficado com raiva, triste e jurando a si mesmo(a) nunca mais ser tão idiota, você provavelmente passará alguns dias/semanas/ ou o que vai parecer uma eternidade perguntando-se onde tudo deu errado, sentindo-se como se estivesse vagando por um nevoeiro. Será tentador parar de funcionar, mas você não pode nem deve fazer isso. Para melhorar o seu mundo, você tem que continuar a funcionar.
  • isto é quando você precisa fazer o que deve ser feito. Você vem em primeiro lugar agora. Faça qualquer coisa para sentir-se feliz (desde que não prejudique ninguém, é claro). Então, pense em si mesmo(a). Se você não puder ajudar alguém com algum problema, que assim seja. Você tem o direito de ser egoísta algumas vezes. Seu mantra deve ser "eu, eu, eu". Por quê? Porque você uma grande pessoa.
Não culpe todos os homens/mulheres. Você vai sair dessa em breve (no ponto em que a fase do "eu, eu, eu" deve ser substituída por "eu, você, eu, você"), e a última coisa que você quer é guardar rancor generalizado . Sentir-se farto(a) e cínico(a) não equivale a "aprender com uma experiência" - é mais parecido com desistir. Tente ver o melhor nas pessoas. A pessoa certa para você está lá, em algum lugar.
  • Nem todos os homens são cafajestes e nem todas as mulheres são coniventes. Talvez você seja propenso(a) a atrair os piores da espécie, mas isso é um problema aparte. Olhe bem para os tipos de pessoas lá fora - quanta diversidade você pode encontrar? Certamente há uma tonelada.

Livre-se dos pensamentos negativos. A beleza de sua mente é que ela é uma parte do seu todo e pode ser controlada. Se os pensamentos negativos começarem a surgir, você tem o poder para detê-los. A linha de pensamento que você começa a ter é a mesma que você pode deter. Às vezes, é preciso alguns truques, mas pode ser feito.
  • Coloque seus pensamentos negativos na voz de um personagem de desenho animado. Pato Donald é uma boa escolha. Tente dizer: "Eu me odeio por ser tão idiota" imitando a voz do Pato Donald. Um pouco difícil de levar a sério, não é mesmo?
  • Conscientemente mantenha sua cabeça erguida. Manter a cabeça erguida envia sinais ao seu corpo de que você está presente e orgulhoso(a). Mantê-la para baixo indica vergonha e pode realmente fazê-lo(a) se sentir pior. Este pequeno movimento pode determinar muita coisa.
Apoie-se em seus amigos. Seu melhor recurso no momento será sua rede de apoio. Seus amigos manterão sua mente longe das coisas ruins e lhe ajudarão a seguir em frente. Não tenha medo de pedir ajuda - eles provavelmente já passaram por isso também!
  • Peça-lhes para ajudá-lo(a) a não permanecer no passado. Você precisa falar sobre seus sentimentos, com certeza, mas dentro de um limite. Pergunte se eles dispõem 15 minutos para ouvi-lo(a), mas depois disso, você não está interessado em análise inútil. Seus amigos não o(a) deixarão se afogar em aflições.

Descubra como você era. O fato é que você provavelmente é uma pessoa incrível e esta apenas vivendo um pequeno contratempo. Provavelmente, você já se sentiu assim antes e superou isto, então por que não iria superar desta vez? Se você já se recuperou uma vez, você pode recuperar-se novamente. Você é uma pessoa de alto astral, apenas parece ter se esquecido disso. Continue vivendo alegremente, e você acabará esquecendo o antigo amor.
  • É quando você para de viver que você não consegue esquecer. Quando você vive (em busca de oportunidades, curtindo a vida, envolvendo-se com as coisas e as pessoas que você ama), o desapego acontece por conta própria e você nem nota. Pense em como você era antes do rompimento acontecer. Do que você gostava? O que fazia de você a pessoa que você realmente é? O quão incrível você era?
Avalie seus padrões. Esta pessoa claramente nunca lhe valorizou completamente, para começar, portanto, ela não vale o seu tempo. Não é o caso de "será que ela vale o seu tempo?" ou "talvez ela não valha o seu tempo", mas sim ela, com 100% de certeza, sem qualquer sombra de dúvida, não vale o seu tempo. Você merece alguém que tenha olhos para você, que veja o seu valor, e queira ser uma parte ativa de sua vida. Aqueles que não conseguem isso podem seguir caminho.
  • Reserve um momento para concentrar-se em autoconsciência. Olhe para si mesmo(a) o mais objetivamente possível. Havia algo no relacionamento que era seguro por ser irreal? Será que a garantia de que você nunca vai se machucar devido ao fato de que não há compromisso lhe deixa tranquilo(a)? Se isso chega perto da verdade, então isso tem tudo a ver com você e nada a ver com essa outra pessoa. Ela é apenas um símbolo para você.
Avalie a sua felicidade. Seja você um(a) amante ou esteja apenas passando por uma paixão intensa, você estava completamente feliz com esta pessoa? As probabilidades são que você provavelmente não estava, e estava ansiando por uma relação como a que você tem em sua mente. O quanto desta relação era realidade e o quanto era o que você desejava, esperava, e imaginava ser?
  • É evidente que esta relação não atendia às suas necessidades, ou se você não sentiria a necessidade de sair dela. Deixe essa realidade entrar na sua cabeça. A pessoa com quem você se relacionava não atendia às suas necessidades, no entanto, outra irá. A única coisa é que, a fim de encontrar outra pessoa, você precisa esquecer a atual. Bem, é para isso que você está aqui! 
Não fique esperando que ela caia do céu. A vida é demasiada curta para não começar a ser vivida agora. Essa outra pessoa está por aí, então por que você não sai para procurá-la? Isso não significa mergulhar de cabeça em um novo relacionamento, significa ser social e fazer o seu melhor para se divertir.
  • Não espere sentado(a) com esperanças que as coisas vão mudar. Você ficará esperando muito, muito tempo. De modo geral, a melhor maneira de prever o comportamento futuro é olhar para o comportamento passado. Desde que o comportamento passado levou a mágoa, por que o comportamento futuro seria diferente? Isso mesmo, ele não será.
  • As chances são de que uma parte sua já sabe todas essas coisas, que sabe que este relacionamento não era o melhor para você e que vê a lógica em partir para outra (é por isso que você está aqui). Independentemente de quão pequena esta parte seja, dê-lhe as rédeas, pelo menos algumas horas por dia. Deixe-a proteger a sua parte ferida. Ela sabe o que você precisa para se sentir melhor - seja é uma noite de vinhos com os amigos, uma boa e longa caminhada diária, ou aquela viagem que você estava planejando fazer. Seja o que for, torne isto uma realidade.

Seja claro(a). Se a pessoa está em sua vida, ela ira fazer perguntas. Não adianta dar uma desculpa esfarrapada sobre o motivo pelo qual você a está evitando; a verdade virá à tona, eventualmente. O melhor a fazer é contar uma versão extremamente diplomática da verdade.
  • Ninguém, exceto você mesmo(a), pode escrever o roteiro da sua situação. No entanto, algo no sentido de, "Eu preciso de algum tempo para reavaliar o que é melhor para mim", é algo que ninguém pode refutar. Se a pessoa não gostar de ouvir isso, mais uma razão para andar (ou correr) para a direção oposta a dela.

Não se culpe. Isto não é uma falha de sua parte. Isto faz parte da vida. Acontece com todo mundo, e quer saber de uma coisa? Você vai aprender com a situação. Você deve ter aprendido algo na última vez que teve o coração partido, dessa vez não será diferente. Você não cometeu nada de errado. Na época, tudo o que você fez você acreditava estar certo. Isso é tudo que você deve pensar.
  • Desejar ter feito algo diferente, ter agido de forma diferente, ter dito algo diferente é inútil. Você é quem você é e se as coisas não deram certo, então é porque não deveriam ter dado. Mudar a si mesmo é um processo desgastante que só resulta em ressentimento e fadiga. Culpar-se por ser quem você é bobagem! Quem mais você deveria ser?!

Concentre-se na sua pessoa. É mais do que hora de pensar "eu". Isto não é apensas para o seu bem, mas para o bem de todos os seus relacionamentos futuros. Sem um ponto final e sem descobrir quem você é, nada nem ninguém terá sucesso. Isso não é ser egoísta é, é ser lógico.
  • Do que você gosta? Liste, pelo menos, 5 coisas que você gosta de fazer e faça-as nas próximas duas semanas. Eventualmente, chegará um momento em que você esquecerá a pessoa que amou, e você nem mesmo irá notar. Você vai estar muito ocupado(a) pensando sobre a vida que você está levando. Quando, após alguns meses, você perceber que esqueceu, você vai se sentir muito bem.

Olhe para o futuro. A única razão pelo qual ele não é brilhante é porque você está por detrás de uma nuvem escura. O futuro reserva boas promessas, assim como reservou seis semanas, seis meses, ou seis anos atrás. É só uma questão de o que você faz com elas. Em vez de reviver o passado, pense no amanhã e no que ele pode lhe trazer.
  • Ao se apegar ao passado, você não fica sem espaço para agarrar o futuro. Você pode estar deixando passar um mundo inteiro lá fora. Será que a pessoa que se foi iria quer isso? A fim de encontrar o amor, você tem que dar e receber amor. Você não pode fazer nada se suas mãos estão cheias segurando algo que se foi.

Saiba que "deixar ir" irá acontecer. Sem duvida alguma isto irá acontecer. O único modo-temporal que se aplica a esta situação é "irá". Para alguns, demora mais tempo do que para outros, mas isso irá acontecer. Até lá... relaxe. Deixe o tempo correr o seu curso. Ele cura todas as feridas.
  • Quando isto começar a acontecer, você pode nem notar. Você estará mudando e crescendo tanto que seus olhos não se voltarão para o que você costumava ser. Talvez este tempo seja agora. Talvez você já tenha iniciado o processo, mas está muito próximo(a) da situação para poder perceber.
Concentre-se apenas sobre o que pode ser alterado. Este amigo que você tinha tem uma personalidade própria. Você não pode mudá-la, ainda que você tente. E isso é bom, todo mundo é diferente. Não há nada de mau nisso. Porém, uma vez que a não há possibilidade de mudanças, não tem sentido gastar energia nesta pessoa. Foque sobre o que você pode mudar para tornar-se mais feliz.
  • Seu ambiente, por exemplo, pode mudar, assim com sua visão e suas necessidades. Concentre-se em apenas um desses aspectos à medida que você começar a crescer. Ficando cada vez mais em sintonia com si mesmo(a) tornará o caminho certo muito mais claro.


quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

O perigo da Pílula do Dia Seguinte: PDS

/ /
Recebo diariamente centenas de leitoras com dúvidas sobre a pílula do dia seguinte: PDS.
São crianças e adolescentes usando-a desenfreadamente como se fosse um anticoncepcional. Pois é, crianças sim, entre 10 e 11 anos já estão tendo relações sexuais sem proteção. Pior ainda os adolescentes, a partir dos 12 inconsequentemente não se previnem.

Eu gostaria que essa pílula não fosse usada nem em caso de emergência. O melhor seria que fossem orientados pelos pais sobre os métodos de prevenção. A pílula do dia seguinte é um perigo. As mulheres que tem trombose, problemas hepáticos não podem ingerir a pílula.

Se tomar a PDS várias vezes ela perde a eficácia, tornando o risco de gravidez bem maior. A PDS contém alta dose de hormônios (entre seis e 20 vezes a mais que um comprimido de contraceptivo comum) tem vários efeitos e pode causar  NÁUSEAS, ALTERAÇÃO DA MENSTRUAÇÃO, DOR DE CABEÇA E DIARREIA, fadiga, sangramentos .  Lembrando que a PDS não previne as doenças sexualmente transmissíveis. 


Há uma taxa que fica entre 2% a 20% ou 30% de falha. Então não é um método que possa ser usado como contracepção de rotina. O ciclo menstrual geralmente se desregula e demora muito para voltar ao normal. Sem o uso da camisinha, o risco de engravidar aumenta. A pílula do dia seguinte concentra em uma única dose (duas pílulas ingeridas com intervalo de doze horas) todo o hormônio contido numa cartela de 21 pílulas anticoncepcionais.


Para evitar o uso indevido da pílula do dia seguinte, bem como o risco de DSTs, é preciso que informação e conscientização sejam feitas simultaneamente, e que a possibilidade de se prevenir esteja ao alcance de todos. Também entre o casal deve haver abertura para o diálogo e a discussão da vida sexual. “Não há regras gerais sobre como proceder durante a negociação da prática sexual segura, mas é importante que a garota recuse a postura passiva de não usar camisinha só porque o parceiro não quer. O ideal é aliar o uso de anticoncepcionais com o preservativo, para evitar DSTs e gravidez. Porque a verdadeira prova de amor é pensar sobretudo num relacionamento saudável para o casal, e não no prazer individual que coloca ambos em risco”.  

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Apego ao passado pode prejudicar sua vida amorosa

/ /
Sabe aquela sensação de estar no primeiro encontro com alguém que parecia especial e de repente sentir uma saudade enorme do parceiro anterior? E às vezes a saudade do ex-amor até aumenta depois do encontro com um outro alguém. Você pode achar que esse tipo de sentimento só serve para mostrar o quanto ainda ama quem não está mais do seu lado. Confuso não?
Depois do término da relação, a busca por outro amor pode ser dolorida. Dói porque você realmente não está inteiro em si mesmo. Ou porque há uma parte de seus sentimentos presos à relação que se desfez e, para complicar, uma parte de você tenta incessantemente encontrar na atual relação características daquela pessoa do passado. Você age dessa maneira sem ter consciência, sem querer se machucar nem ferir o atual pretendente. Mas os dois acabam sofrendo juntos.
A dor está justamente na constatação de que seu atual amor não é quem você está procurando, porque quem realmente deseja está no seu passado. É aquela pessoa que mexe contigo, com seus bons sentimentos e até com sua raiva e frustração. Dá até medo pensar em como a pessoa pode estar se divertindo, neste momento, longe de você.

DESPEDIDA DO PASSADO

Querer virar a página já é uma grande atitude a ser tomada. Geralmente os obstáculos internos que atrapalham a entrega para o novo relacionamento costumam estar ligados ao grau de satisfação que você tinha com o ex-amor, além da sensação de ter se habituado ao jeito do outro.
Estar a dois requer estar inteiro na relação para dar certo, respeitar o espaço do que já foi vivido e não ficar preso ao que passou. E tudo isso é difícil quando você ainda não esqueceu um ex-amor. O mais importante neste momento é entender que você está totalmente dividido: uma parte quer seguir em frente e encontrar alguém que esteja disposto a amar, enquanto o outro lado sofre todo dia com a distância de quem ainda ama.
Se estiver passando por essa situação, neste momento de sua vida, você acha que pode se entregar a uma nova relação e amar de verdade outra pessoa? Além disso, você acredita que vai encontrar alguém que preencha todos os requisitos de um parceiro que você quer? Talvez não, afinal você não está em condições que lhe permitam nem mesmo reconhecer essa pessoa, já que ainda não terminou seu ciclo amoroso anterior.

VALE A PENA INVESTIR NA RECONCILIAÇÃO?

A solução para isso pode parecer estranha, mas quem sabe aguardar um novo desfecho entre você e esse amor que ainda não acabou? Por que não investir em diálogos entre vocês dois para estabelecer possíveis ligações que aumentem a reciprocidade e a entrega para a relação? Será que vocês não desistiram muito rápido de tentar dar certo? Será que essa pessoa também não sente falta de você? Por que não tentar fazer algo diferente por vocês dois?
Se você já tentou fazer dar certo e nada de bom saiu dessa experiência, realmente pode ser a hora de se alinhar com a sua vontade de mudar de parceiro e não desistir do encontro com uma pessoa com a qual você possa ter uma relação saudável. Outra coisa que pode estar acontecendo é você não estar realmente disposto para uma nova relação e precisar de um tempo para ficar sozinho.
Existem mil fatores que podem fazer você sentir falta de outra pessoa, talvez seja apenas uma lembrança da última relação, mas isso não pode ser um bloqueio para você ser feliz agora. Se você ainda ama alguém e não existe nenhuma maneira de vocês ficarem bem juntos, não se torture, aceite esse amor como uma experiência que foi boa de ser vivida, não um tormento.
Permitir-se conhecer novos amores pode ser uma grande solução. Ter disciplina com os seus pensamentos para não se deixar levar pelo passado também é uma maneira de se desligar do que passou e estar inteiro no presente - o que só pode ser bom para você.



BRUNA RAFAELE Personare

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Siga meu Facebook